Pilates x Dores Lombares

Como é a sua coluna vertebral

A coluna é uma estrutura complexa composta de vértebras, discos, medula espinhal e nervos. Rodeando esses ossos estão numerosos músculos e ligamentos. As pessoas sentem dores na coluna lombar por várias razões, que vão desde o levantamento de pesos de forma imprópria até movimentos bruscos. Outras doenças adquiridas como infecções e artrite também podem ser causas de dor nas costas. 

A dor na coluna lombar é um dos problemas mais comuns tratados por cirurgiões ortopedistas.

Quatro em cada cinco pessoas irão sentir dores na coluna lombar durante suas vidas. Os problemas na coluna lombar são a segunda maior  causa de faltas ao trabalho em adultos com menos de 45 anos, só perdendo para a gripe. Os músculos e os ligamentos da coluna lombar sofrem freqüentemente cargas de esforço excessivo.

Lesões na coluna

Uma lesão pode ser o resultado de uma torção ou de um movimento brusco.  Os discos são os “amortecedores” que existem entre as vértebras. O disco é composto de um anel exterior (anulus) revestindo o centro macio (núcleo). As lesões de disco podem ser desde uma simples distensão do anel até uma lesão severa, resultado de um rompimento do mesmo.  Existem várias maneiras de diminuir as chances de ter dores lombares.

Atividade física, seu melhor aliado

Uma delas é a prática constante de atividade física. Músculos flácidos “seguram” menos peso corporal do que músculos fortes. Ou seja,uma rotina de exercícios  fortalece  os músculos de sua coluna lombar e os alongamentos ajudam a manter a flexibilidade. Portanto, pratique exercícios corretamente e mantenha-se em forma e fique livre das dores nas costas. E o Pilates tem sido um dos principais aliados na melhora dessas dores crônicas. Pois além de trabalhar o alongamento e a mobilização da coluna, fortalece de forma efetiva toda a musculatura estabilizadora da coluna. 

                                                 André Lima

                                               CREF 4515-RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *