Exagerou na alimentação? Saiba como fazer uma desintoxicação

Exagerou na alimentação?

Nada melhor do que fazer uma desintoxicação.

Alguns dos sintomas da intoxicação são: cansaço, falta de apetite, inchaço, náuseas, vômitos e até diarreias.

A desintoxicação consiste em eliminar os excessos e as toxinas que se acumulam no organismo.

Essas toxinas são substâncias nocivas encontradas em aditivos, conservantes, corantes, adoçantes ou mesmo na poluição..

Uma das melhores maneiras de eliminar as toxinas e favorecer o funcionamento do fígado e outros órgãos é através do consumo de alimentos desintoxicantes.

A alimentação tanto pode ser a responsável por causar intoxicação, quanto pode ajudar a desintoxicar o organismo de forma natural e saudável. 

Confira alguns dos alimentos mais recomendados para cumprir tal papel:

  • Abacaxi: é diurético, facilita a digestão, especialmente de carnes, e desobstrui o fígado.
  • Arroz integral: rico em fibras, faz o intestino funcionar melhor e favorece a eliminação de toxinas, mantendo a pele saudável.
  • Berinjela: é muito digestiva, nutritiva e laxante, por esse motivo é indicada nos casos de indigestão e prisão de ventre.
  • Couve: possui ferro, ajuda na formação de hemoglobina que transporta oxigênio para os tecidos.
  • Gengibre: estimula a digestão, alivia a constipação intestinal e ativa o metabolismo. Contém quantidades pequenas de vitamina C, cálcio, potássio, ferro, fósforo e magnésio. É rico em fibras e é usado como um alimento digestivo e refrescante.
  • Hortelã: é uma erva rica em vitaminas A, B e C, minerais (cálcio, fósforo, ferro e potássio), que exercem ação tônica e estimulante sobre o aparelho digestivo, pode ser utilizada em chás, saladas e preparações em geral.
  • Laranja: tem ação desintoxicante e auxilia o funcionamento intestinal, principalmente quando ingerida com o bagaço.
  • Maçã: é rica em fibras, que funcionam como esponja dentro das artérias limpando o sangue do colesterol. É recomendada nas afecções de estômago, bexiga e rins.
  • Mel: além de adoçar sucos e chás, o mel pode ajudar a tratar muitas doenças, como gripe, asma, amigdalite e bronquite. Delicioso e fresco ainda auxilia problemas de circulação e dos músculos.
  • Melancia: tem propriedade refrescante e diurética, ajudando a limpar o organismo. 
  • Salsão: é rico em fibras, que favorecem o trânsito intestinal.

Quando falamos dos sucos detox, geralmente a base desse suco é de vegetais e a fruta é adicionada para dar mais sabor. 

Uma dica é que não se adicione muita fruta ao suco porque a frutose aumenta as calorias do suco. 

O objetivo e fazer sucos de alta densidade nutricional e baixa densidade calórica. Isto é possível com uma grande quantidade de vegetais e poucas frutas.

Lembrando que sucos detox não devem ser vistos como uma “dieta da moda” que você segue uma ou duas vezes por ano. Devem fazer parte de um plano alimentar saudável. Tomar um suco verde todos os dias vai proporcionar mais benefícios para seu organismo do que uma dieta detox intensiva de 3 dias.

 

Otimize o funcionamento do seu organismo, se mantenha saudável! 

 

Tatiana Figueiredo Alves Tibellio 
Nutricionista
CRN: 1710127-9
E-mail: tatitibellionutri@gmail.com
Instagram: @nutritibellio 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *